3
Cursos de Bonsai
Indisponível - Voucher Curso Tecnicas de Manutenção de Bonsai

/post-publicacoes?id_cs_blog_post=66&rewrite=voucher-oferta&category_parent=6

75,00 €
Cursos de Bonsai
Indisponível - Tecnicas de manutenção de Bonsai

https://www.luso-bonsai.com/post-publicacoes?id_cs_blog_post=28&rewrite=curso-tecnicas-de-manutencao-de-bonsai&category_parent=6

75,00 €
Mais

Promoções Semanais

Últimas publicações

Comentários recentes

Não existem comentários

Ficha Cultivo - Podocarpus

Ficha Cultivo - Podocarpus

Nome Comum – Podocarpus

Nome Científico - Podocarpus macrophylus

Caracterização
- Oriundo da China e Coreia, pertence à família das Podocarpaceae.

Árvore de folhas perenes, ovais longas, cor verde escura brilhante, dispostas em espiral em torno dos ramos, para Bonsai utilizam-se 2 variedades uma de folha maior (cerca de 5 a 8 cm de comprimento) e a variedade "Maki" de folha menor (3 a 5 cm).

É uma planta dioica com flores macho e fêmea em árvores separadas, não tem diferenciação fácil, mas algumas fêmeas conseguem dar fruto, uma baga de cor aroxeada similar a uma uva, que aparece após a floração em tons de amarelo (na primavera), o fruto é comestível.

Vulgarmente conhecido como "Pinheiro de Buda" é muito utilizado em Jardins Japoneses e os amantes do Feng Shui atribuem-lhe muitas propriedades positivas, também é muito apreciado em jardinagem, seja em sebes ou mesmo em árvores de sombra (pode atingir os 20 metros) dada a sua grande resistência e baixa manutenção.


Localização:
Embora muitos sites o apontem como planta de Interior, no nosso clima tem de viver no exterior, sempre bem exposto ao sol,  onde apanhe 2 a 3 horas de sol direto por dia (ideal de manhã ou no final do dia), protegido de ventos fortes e de geadas.

Só em casos de geadas extremas e baixas prolongadas de temperatura (abaixo dos 0ºC) teríamos de o proteger temporariamente.


Rega:
 Regar abundantemente a terra até sair bastante água pelos furos de drenagem a fim de humedecer uniformemente o solo, sempre por cima (nunca por imersão), com um regador de ralos muito finos (existem específico para Bonsai).

Deixar secar a camada superficial do solo entre cada rega (para confirmar se a planta já necessita de água, tocar na terra com os dedos),  embora consuma alguma água, não gosta de estar muito "encharcado"..

Se tiver um prato debaixo do Bonsai, nunca deixe água nenhuma no mesmo (para evitar que as raízes apodreçam).

Não há vantagem em borrifar as folhas, só o faça em dias que adube e se o adubo for especifico para aplicação foliar, mas garanta que as mesmas chegam secas à noite para evitar fungos.

Nutrição: De Fevereiro a Outubro/Novembro , com "Fertil bonsai"  e "Bio bonsai" .

Poda: Faz-se acima de uma espiral de folhas tentando não cortar as folhas ao meio, a poda pode ser feita em qualquer altura do ano, volta a fazer bem rebrotação atrás da poda (back budding), e compacta muito bem.


Transplante:
Embora seja uma conífera, usa-se "Terra Bonsai-Folhosas" e "RhizaBonsai" em Fevereiro/Março, antes do início da brotação, normalmente podam-se algumas pernadas e removemos algumas folhas velhas, ao transplantar nas raízes encontram-se pequenas bolinhas ao longo da raiz, não é nenhum problema, sim uma relação simbiótica entre a planta e um fungo.

Recentemente um estudo identificou essas bolinhas como "Rizobium", o mesmo fungo que tem relação simbólica com as leguminosas (feijoeiros, etc) e lhes facilita a captação, fixação e assimilação do azoto, não sendo uma relação usual noutras espécies de plantas, talvez esta seja a única conífera a tê-la.


Aramamento:
Como é muito flexível pode ser aramada todo o ano, mas tem de se ter cuidado para não danificar muito as folhas à passagem do arame.



0 Comentário
Essential SSL