1
Cursos de Bonsai
Indisponível - Tecnicas de manutenção de Bonsai

https://www.luso-bonsai.com/post-publicacoes?id_cs_blog_post=28&rewrite=curso-tecnicas-de-manutencao-de-bonsai&category_parent=6

75,00 €
Cursos de Bonsai
Indisponível - Curso Transformação e Aramamento

/post-publicacoes?id_cs_blog_post=58&rewrite=curso-transformacao-e-aramamento&category_parent=42

75,00 €
Mais

Promoções Semanais

Últimas publicações

Comentários recentes

Não existem comentários

Ficha Técnica - Solos

Ficha Técnica - Solos

A qualidade do solo de Bonsai é de extrema importância, pois a dimensão do vaso é muito reduzido e o solo tem de garantir perfeitas condições de cultivo.

Um dos factores mais importantes numa boa mistura de solo é a sua drenagem, a dimensão do grão de solo deve ser sempre superior a 2 mm, rejeitando-se o pó, a mistura de solo varia de país para país e consoante a espécie da planta.

O equilibrio entre a drenagem e a parte orgânica do solo, tambem é de extrema importância, sabe-se que para alem da retenção de nutrientes e água, é na parte orgânica do solo que se desenvolvem as bactérias e fungos benéficos que vivem em simbiose com as plantas.

Estas sinergias existem ao nivel da captação e disponibilizaçao dos nutrientes, e estimulam a resistência da planta protegendo-a de factores de stress Abiotico (fungos, bactérias, pragas e nocivas) e Biotico (Stress Ambiental como sede, excesso de água, geada, etc...).

Em Portugal as misturas podem variar ligeiramente de região para região, dependendo também dos objectivos desejados para a planta, quando queremos acelerar o crescimento de uma planta adubando-a mais fortemente devemos aumentar a drenagem (grão de maior diâmetro), desta forma teremos que regar mais, logo poderemos adubar mais sem risco de salinizar o solo.

Breve Descrição dos diferentes tipos de componentes de um solo :

Akadama – argila vulcânica japonesa (mineral), possui boa granulometria , capacidade de retenção e "troca" de nutrientes (complexo Argilo-Húmico),tem boa drenagem do excedente de água, devido ás suas características físicas não coliga (não faz barro) o que garante estas características por longo período.

Tem P.H. neutro, encontra-se esterilizada isenta de sementes e ervas daninhas. No Japão usam-na como “mistura universal” para todas as espécies folhosas, em Portugal, se usado puro pode dificultar a rega por secar muito no verão e drenar mal no Inverno (principalmente após 2º ano após transplante).

Kanuma – Solo de origem Japonesa (mineral) oriundo da zona de Kanuma (terra das azáleas no Japão), a principal característica do Kanuma é ter um P.H. ácido e perpetuar esta acidez por longo período,(contrariamente à turfa que tambem é ácida mas se vai neutralizando (alcalinizando com as regas), esta característica deve-se ao facto de o Kanuma ser ácido por desmineralização térmica, o que reduz a sua capacidade de alcalinização, garantindo a acidez ao longo do intervalo entre transplantes.

Este solo é ideal para ser utilizado puro (ou em percentagem muito alta em consociação com outros componentes) em   azáleeas, rododendros e todas as espécies que requerem p. H. Ácido.

Em zonas de águas calcareas (como no Sul de Portugal), ou quando a água de rega é alcalina, ou em especies que não sendo acidofilas gostem de solos ligeiramente ácidos (bouganvilea, citrinos, etc...), podemos juntar uma percentagem (10 a 15%) á mistura de folhosas para lhes facilitar a captação de nutrientes evitando cloroses (como o caso da clorose férrica- carencia de ferro).

Kyriuzuna – Solo de origem vulcânica japonês (mineral), bastante duro o que lhe reduz a capacidade de retenção de água e nutrientes em relação ao Akadama, tornando-o assim ideal para aumentar a drenagem das misturas de solo e para uso em Coníferas e espécies que requerem alta drenagem.

Keto - Solo de origem japonesa composto por pó de Akadama e pó de turfa, humedecidos e amassados até terem uma textura facilmente moldável.

Esta solo é conhecido pela sua maleabilidade indicada para a criação de paisagens, florestas e em estilos diversos de Bonsai, sempre que seja necessário fazer a fixação do solo a rochas, criar barreiras, etc...

Gravilha vulcânica - Material mineral de origem vulcânica, com pH neutro (não altera o p.H. do solo como ocorre com todas as rochas de origem calcarea) baixa retenção de água (8 a 13% do seu volume) e de nutrientes.

Ideal para consociar com outros componentes e garantir a drenagem, sendo mais leve que outros tipos de materiais de drenagem, dadas as suas arestas estimula a divisão radicular.

Pode ainda ser utilizado no "fundo dos vasos" em camada fina para aumentar a drenagem.

Pomice - Material mineral vulcânico isento de calcareo, fruto da parte "explosiva gasosa" do magma, que lhe confere uma estrutura muito porosa e o torna muito leve,com uma capacidade de retenção de água muito superior ao da gravilha vulcânica mas ainda assim muito boa drenagem, apresenta uma baixa capacidade de retenção de nutrientes.

Muito bom para uso como drenante em misturas de solos de Bonsai, como camada de "fundo do vaso" para garantir a drenagem.

Utiliza-se em % mais elevadas, em pré-Bonsai e plantas em que se pretende grande drenagem para aumento de regas (e como tal maior possibilidade de adubação de crescimento) e em Yamadori após recolha pela seu bom equilibrio de retenção X drenagem de água, a sua natureza mineral torna-o pobre na retenção de nutrientes pelo que deve ser consociado com uma % de materia orgânica (ex Coco Peat).

Coco Peat - Deriva da casca de coco, que é calibrada de forma a obter uma "textura" similar à da turfa, é "corrigida" para ter o pH ideal para o cultivo de plantas.

É um componente orgânico perfeito para incorporar nas misturas, retendo nutrientes e humidade, mas com a vantagem horticultural de secar e hidratar mais facilmente do que a turfa ou terriços de origem vegetal, tem  as excelentes condições para o desenvolvimento da vida bacteriana saudável do solo.

Como misturas ideais para o nosso clima comercializamos  as seguintes:

"Terra-Bonsai Folhosas" - Ideal para todas as espécies de Interior e Exterior (excepto coniferas e azáleas), constituída por:
Akadama
Gravilha vulcânica
Cocopeat

Pomice

"Terra-Bonsai Coniferas" - Indicada para todas as coníferas e espécies que necessitem de grande drenagem, as quantidade de cada um dos componentes podem variar consoante a espécie (mais Kyriu nos pinheiros e mais Akadama nos Juniperus).

A mistura de coníferas também está indicada para uso em plantas com problemas de raízes (após fungos radiculares) ou para "cultivo intenso", por ter mais drenagem seca mais rápido permite regar e logo adubar mais vezes.
Composta por:
Kyriu
Akadama
Ravilha vulcânica


Mistura Ácida – Indicada para Azáleas e rododendros, bem como todas as espécies acidófilas, esta mistura pode ser uma alternativa ao Kanuma puro, para o efeito sugerimos uma mistura em % iguais de "Terra-Bonsai Folhosas" e Kanuma.

0 Comentário
Essential SSL